T&E - Analítica






POLIMORFISMO

 

 

SOBRE POLIMORFISMO

 

     Polimorfismo vem da língua grega: poly=muitos e morf.= forma que define a propriedade que apresentam os compostos químicos de se cristalizarem em várias formas genericamente distintas.

     O polimorfismo é conhecimento fundamental para o estudo de absorção do ativo farmacêutico (IFA) o qual pode ocasionar desvios de qualidade e influenciar no desempenho dos medicamentos. Por isso, o entendimento do polimorfismo abre um campo de possibilidades a serem exploradas na área farmacêutica.

     O polimorfismo cristalino pode ser conceituado como a capacidade de um composto existir no estado sólido em mais de uma forma cristalina. Considerando a formação de um estado cristalino, há também a possibilidade de haver sólidos Amorfos e Solvatos.

 

Sólidos Amorfos: enquanto os cristais caracterizam-se pela repetição espacial - tridimensional - dos átomos ou moléculas que os constituem, as formas amorfas apresentam átomos ou moléculas distribuídas aleatoriamente tal como em um líquido.

 

Solvatos: um aduto é o resultado da combinação direta de duas ou mais moléculas distintas resultando em produto cristalino cuja estrutura é formada por todos os componentes, mas com sua integridade individual preservada. Quando moléculas de solvente fazem parte do retículo cristalino, esses adutos são denominados solvatos. Solvatos cujo solvente de cristalização é a água são denominados hidratos. (Lachman et al., 2001). Os solvatos também podem ser chamados de pseudopolimorfos (Spong et al., 2004; Gavezzotti, 2007). Cabe ressaltar que os amorfos não podem ser considerados polimorfos.

 

 

O Centro T&E está preparado para avaliar seu IFA em suas diferentes nuances analítica.

 

TÉCNICAS ANALÍTICAS

     A busca para determinação do polimorfismo, se inicia com pesquisa bibliográfica, sobre os principais polimorfos presentes. Após a pesquisa bibliográfica, ensaios são realizados sobre a amostra com a finalidade de obter condição analítica satisfatória a fim de definir o tipo de polimorfo.

 

O Centro T&E Analítica possui as seguintes principais técnicas para busca de polimorfos.

·         DSC/ATD – Calorimetria Exploratória Diferencial;

·         Microscopia de alta resolução com polarizador de luz;

·         Infravermelho Transformada de Fourier;

·         Solubilidade de saturação: solventes e temperatura;

 

 

Outras Técnicas

Após avaliação de nossa equipe e em função das análises pelas técnicas mencionadas, outras técnicas poderão complementar, se necessárias, tais como:

 

·         Difração X, TG/DTG, RMN H e C (técnicas terceirizadas pela T&E)

·         Perfis de Dissolução, entre outras.

 

 

 

Outras soluções podem ocorrer quando da troca técnica e assim, solucionar o problema de sua empresa.