Warning: preg_match(): Allocation of JIT memory failed, PCRE JIT will be disabled. This is likely caused by security restrictions. Either grant PHP permission to allocate executable memory, or set pcre.jit=0 in /home/te/public_html/wp-includes/load.php on line 43
Como estão as negociações do Brasil com os fabricantes das principais vacinas contra a covid-19 – T&E

T&E

Como estão as negociações do Brasil com os fabricantes das principais vacinas contra a covid-19

Reino Unido já começou a vacinar parte da população na última terça-feira (8) com doses da Pfizer/BioNTech. O Canadá aprovou nesta quarta-feira (9) o uso emergencial do mesmo imunizante e deve começar a vacinação nos próximos dias. Já um painel com especialistas independentes organizado pela agência reguladora dos Estados Unidos discute ao longo desta quinta-feira (10) quando a vacina da Pfizer deve ser aprovada no país.

Os russos também passaram a vacinar as pessoas no último sábado (5). A diferença é que este processo de imunização em massa é realizado mesmo sem a conclusão dos testes da vacina Sputnik V.  

 

Mas como está o Brasil nesta corrida pela aquisição de doses? Nesta quarta, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, chegou a dizer que, se houver autorização de uso emergencial para Pfizer e ela conseguir entregar as doses, estas poderiam ser aplicadas já em dezembro. Mas o presidente da Pfizer no Brasil, Carlos Murillo, disse que a empresa será capaz de entregar, no primeiro trimestre de 2021, uma quantidade de vacinas contra covid-19 suficiente para imunizar somente 2 milhões de brasileiros — o equivalente a 4 milhões de doses, já que o produto é administrado em duas doses.

Além desta corrida pela da Pfizer, o Brasil também tem acordo com da AstraZeneca/Oxford e por meio de convênio com a Covax, projeto da Organização Mundial da Saúde (OMS) para vacinar países em desenvolvimento. Por fora, governadores correm para também garantir doses.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.